24 fevereiro, 2012

O BAMBU E A SAMAMBAIA



Se você está tentando alcançar grandes objetivos em sua vida e de trabalho, as chances são de que, de tempos em tempos, você sinta que caiu e atingiu o fundo do poço.

Nada funciona, nada dá certo, nada consegue. Em momentos como este você pode sentir vontade de jogar a toalha. Mas antes que você faça isso, leia a seguinte história.

Um dia, um pequeno empresário decidiu que ele tinha o suficiente. Suficiente da carga de trabalho incessante, o suficiente da falta de resposta, o suficiente da solidão esmagadora.

Ele entrou na mata para ter uma última conversa com o Criador. "Criador", disse ele. "Você pode me dar uma boa razão para eu não entregar os pontos e desistir?"

A resposta o pegou de surpresa. "Olhe ao seu redor", disse. "Você vê a samambaia e o bambu?"

"Sim", respondeu o homem.

"Quando eu plantei a samambaia e o bambu, eu cuidava muito bem deles. Não lhes deixei faltar água e nutrientes. Dei-lhes a luz do sol na primavera e os protegia das tempestades no Outono. A samambaia cresceu rapidamente da terra. Sua folhagem brilhante logo cobriu o chão da floresta. No entanto, nada veio da semente de bambu. Mas eu não desisti do bambu. No segundo ano, a samambaia cresceu ainda mais esplêndida do que antes, mas nada veio da semente de bambu. Mas eu não desisti do bambu. No terceiro ano, nada ainda da semente de bambu dar algo. Mas eu não iria desistir dela. No quarto ano, mais uma vez, não havia nada a partir da semente de bambu. Ainda assim eu não desisti.”

"Então, no quinto ano um pequeno broto emergiu da terra. Em comparação com a samambaia era aparentemente pequena e insignificante. Mas dia após dia o broto cresceu. Primeiro um fiozinho, depois foi tomando corpo e dentro de seis meses, a cana de bambu tinha subido a uma altura de 50 metros. Ele tinha passado os cinco anos criando e fortalecendo as raízes. Essas raízes o tornaram forte e deu-lhe o que precisava para sobreviver.”

“Eu não daria a nenhuma das minhas criações um desafio que não pudesse suportar".

"Você sabia, meu filho, que todo esse tempo você tem se esforçado, tem crescido? O crescimento das raízes que você precisava para produzir os seus frutos. Eu não desisti do bambu. Eu não vou desistir de você".

"Não se compare com os outros. Todas as minhas criações têm finalidades diferentes, viagens diferentes e calendários diferentes. O bambu tinha um propósito diferente do da samambaia. No entanto, ambos fazem uma bela floresta. Seu tempo virá. Você vai subir alto".

"Quão alto que eu deveria aumentar?" Perguntou o homem.

"Quão alto será o aumento do bambu?" Perguntou o Criador em troca.

"Tão alto quanto ele pode?" O homem questionou.

"Sim", respondeu o Criador. "Dá-me a glória pelo aumento tão alto quanto você puder."

O pequeno empresário deixou a floresta. E nunca mais voltou.

Se nada parece que está acontecendo em sua vida, apesar de todo o trabalho que está colocando nele, lembre-se que você provavelmente está em crescimento das raízes. Finque-a com força a cada dia.

Um dia não muito longe, haverá uma colheita fantástica, tão fantástica quanto as sementes que plantares e o cultivo que fizeres.

Nunca te arrependas de um dia de tua vida.

Os bons dias te dão felicidade.

Os maus te dão experiência.

Ambos são essenciais para a vida.





A felicidade te faz doce.

Os problemas te mantêm forte.

As penas te mantêm humano.

As quedas te mantêm humilde.

O bom êxito te mantém brilhante.





Mas, só o Criador te mantém caminhando...
Postar um comentário