30 junho, 2011

A MAIOR RESILIÊNCIA É O AMOR!

Segundo a noção de Resiliência é a capacidade concreta de retornar ao estado natural de excelência, superando uma situação critica. Segundo dicionário Aurélio, é a propriedade de pela qual a energia armazenada em um corpo deformado é devolvida quando cessa a tensão causadora de tal de formação elástica”.

Nossa sociedade já falida, somente mantida por mascaras que estão se derretendo diariamente, precisa de um perfume de resiliencia em todos os corações e âmbitos de sua existência. Arte da resiliencia, na arte, ciência, religião e no nosso coração! Es uma fonte de ternura de águas límpidas de onde surge a resiliencia da ressurreição existêncial! Temos muitos ideais mas entre o ideal e o real, que tal dançarmos com o balanço da natureza real! Nossa própria que só existe bem dentro de nosso coração que acessamos quando esquecemos da razão, e silenciosamente desapegando da mentirosa mente e deixamos falar o que brota do coração.

“ È A ARTE DE TRANSFORMAR TODA ENERGIA DE UM PROBLEMA EM UMA SOLUÇÃO CRIATIVA” GRAPEIA/2004

Resiliência! Perante esta decadente situação da grande massa de nossa população, algo que surgiu na física e significa a capacidade humana de superar tudo, tirando proveito dos sofrimentos, inerentes às dificuldades, é trabalhado em todas as áreas existenciais..

O equilíbrio humano é como a estrutura de um prédio, se a pressão for maior que a resistência, aparecerão rachaduras como doenças, Nós indivíduos, que por nossa ignorância egoica de separatividade ilusória perdemos nossa integralidade essencial...

O ser humano resiliente desenvolve a capacidade de recuperar – se e moldar – se novamente a cada obstáculo e a cada desafio. Quando mais resiliente for o indivíduo maior será o desenvolvimento pessoal, isso torna uma pessoa mais motivada e com capacidade de contornar situações que apresente maior grau de tensão. Transformando num maior grau de atenção e amor no coração...

A esperança é a espera do inesperado!



A maior resiliência é o amor!

Autor desconhecido.
Fonte: Texto recebido por e-mail
Postar um comentário