25 março, 2011

ENERGIA




O principal conteúdo do Universo é energia – emanações energéticas que identificamos como possuindo diferentes tipos de freqüências e características específicas, processando a energia de dimensões mais elevadas que se emanam à nossa energia vital, permitindo-nos mudar nossas vidas e nos curar, transformar e retomar o poder sobre nossas vidas. Ajuda-nos a acessar nossa criatividade, conduzindo-nos ao processo de silenciar o burburinho interno e a perturbadora tagarelice mental que nos impede o acesso às muitas informações que podemos receber dos planos superiores.

Nosso Eu Superior, nosso lado energético, está sempre enviando informações e conhecimentos, já que ele possui o conhecimento direto da fonte, desse nível de processamento energético, onde o mental, o intelectual e o racional nunca produzem um conhecimento original – a mente racional interpreta as idéias originais oriundas de outras dimensões, apenas à luz do que dispomos no momento em termos de conhecimento. Porém, à medida em que vamos aprendendo a expandir nossa capacidade perceptiva às dimensões mais elevadas, iremos entendendo que a realidade constantemente aumenta e acumula, de tal modo que essa realidade constantemente se expande. Ao atingirmos essa capacidade de equilíbrio energético, alinhamos nosso ser multidimensionalmente e nos situamos num espaço otimizado para atuarmos com justiça e praticarmos o bem – equilibrados e harmoniosos, podemos tratar melhor a nós mesmos e às outras pessoas.

Não sentimos medos infundados ou ameaças ao nosso ser, porque estamos em paz com tudo e com todos. É preciso ter energia para ser civilizado. 
Assim, recuperamos nosso poder pessoal para sermos capazes de conduzir nossas vidas com individualidade, integridade e liberdade de escolha.

Também precisamos ter energia para limpar a influência emocional acumulada ao longo do tempo, que pode impedir nosso desenvolvimento pessoal, e realmente acessarmos nossa criatividade. Todos temos algo – um dom, um talento, algo em potencial para ser criado. Não é preciso ir atrás de ganhar muito dinheiro com um determinado talento, mas todos precisamos descobrir o que precisamos para satisfazer essa necessidade criativa. Mais do que uma busca espiritual, trata-se de perceber quem somos nesta realidade, de onde viemos, e o que viemos fazer aqui. As condições do mundo quase sempre impedem que muitas pessoas percebam isso, indo e vindo sem serem capazes de se realizar.

Adequando a busca espiritual ao alinhamento e à coordenação do Eu multidimensional, perceberemos que é a energia que temos, que possibilita essa percepção. 
Precisamos nos alinhar em termos de conhecimento e iluminação – precisamos recuperar e reabrir o nosso lado intuitivo. É dessa área que vem a maior parte das idéias originais dos grandes cientistas ou de quaisquer pessoas envolvidas em criação, seja em arte ou ciência.
A partir dos fenômenos de emanação, as idéias são filtradas e processadas pela mente racional, resultando em mais uma porção de conhecimento acrescentado ao conhecimento atual.

A mente nunca cria nada original – quando chega a hora, quando certas coisas estão prontas para virem, é que outra peça do quebra-cabeça se encaixa. Podemos obter as respostas e as indicações da nossa própria mente, se a silenciarmos. Nosso Eu Superior, nossa intuição, está sempre passando conhecimento e informações.
A energia que temos aumenta tudo.Ao acessarmos essa energia, damos início ao processo de capturar-nos no flagrante do essencial, na busca do autoconhecimento e autodesenvolvimento através da prática de treinar a mente.
Norberto José Teixeira




http://br.groups.yahoo.com/group/Chaos-MapienTherion/
Postar um comentário