02 março, 2011

CONSCIÊNCIA CRÍSTICA - A ERA DO RAIO FEMININO






A era do Raio Feminino



Os opostos se complementam e se equilibram, mantendo a harmonia do todo, a sinfonia do Universo. Vejamos alguns exemplos: a inspiração e exalação, dia e noite, ying e yang, ocidente e oriente, espírito e matéria, fluxo e refluxo das marés, etc.,

Assim também as pulsações cósmicas são reguladas pela predominância de uma parte e posterior equilíbrio com a outra parte. Isto diz respeito, muito especialmente ao raio feminino que veio equilibrar e complementar o raio masculino, em predominância na Terra até agosto de 1987, quando foi oficialmente inaugurada a Era do Raio feminino.

O Raio Masculino está ancorado nas montanhas sagradas dos Himalaias e as energias do Raio Feminino nos Andes. A era do raio masculino foi regida pelo aspecto Deus-Pai e representa a vontade de Deus para toda a criação.





• RAIO MASCULINO

• Ciência, dedução



• Investigação pela metodologia

• Mente concreta

• Desenvolvimento hemisfério esquerdo

• Através da compreensão das partes

• 7 Raios planetários

• Consciência Crística

• Instrutores da humanidade: Chohans





• RAIO FEMININO

• Ciências alternativas

• Intuição, percepção extra-sensorial

• Mente abstrata

• Desenvolvimento hemisfério direito

• Através da visão do todo se chega às partes se chega ao todo

• + 5 raios solares, compondo os 12 aspectos da divindade

• Consciência Solar

• Instrutores da humanidade: 12 Arcanjos







Através do estudo, compreensão e vivência dos 7 raios planetários, a humanidade está se encaminhando para a Consciência Crística, isto é, está se graduando na escola planetária para Cristos - Filho/filha de Deus.

A Era do Raio Feminino está sobre a regência do Espírito Santo e representa o amor da Mãe Divina em ação. Nesta era os homens deverão vivenciar a completa interação entre matéria/espírito, o equilíbrio entre mente/sentimento, e ser Deus em ação, trazendo a ilimitada perfeição física, ou seja, o fluxo ininterrupto de luz, desde os mais elevados planos até os reinos atômicos planetários.

O Raio Feminino significa a expansão da intuição superior; a percepção superior além dos sentidos e da metodologia da ciência tradicional, que deverá ser complementada. Nesta percepção a alma se abre para parâmetros, conceitos, vivências, leis e regras cósmicas, dentro dos quais, a Terra certamente se enquadra em harmonia com o Universo, e que portanto não pode ser limitada pela compreensão fragmentada humana.
De uma certa maneira, o Raio Feminino tem por base a memória divina armazenada no átomo permanente de cada individualidade e latente nos códigos genéticos DNA/RNA, que foram programados para reproduzir as qualidades de nossa herança divina, nossa própria linhagem celeste [que por um longo tempo foi sufocada pela pressão kármica].

Por outro lado, o Raio Feminino representa o conhecimento intuitivo do qual nasceu a própria ciência ortodoxa e que precede toda descoberta científica. Daí a aproximação e expansão das ciências alternativas, relegadas a um plano secundário na era do Raio Masculino; o regresso à sabedoria advinda do trato e compreensão das forças da natureza; a necessidade do retorno às raízes da vida familiar, já em nível abrangente e não castrador.

Neste alargamento de consciência proporcionado pelo raio feminino, o homem não busca, apenas o que é palpável, classificado e enquadrado no rol dos já investigados/comprovados. Pelo contrário se permite vôos mais altos e mais abrangentes; dimensões e evoluções pouco exploradas, mas palpitantes de vida em suas diversificadas formas, a serem detectadas sem preconceito do pequeno saber humano. Isto leva a humanidade a valorizar a eternidade e não o maya transitório, lembrando que nasceu da perfeição e a ela retornará.

O Raio feminino é essencialmente um processo coletivo, ao invés de uma senda individual. Anteriormente, um líder assumia a responsabilidade sobre a coletividade, como o fez o amado Jesus; atualmente, deverá haver uma responsabilidade compartilhada, um despertar consciente planetário, no qual todos irão compartilhar o desejo básico de viver através do Cristo e não do pequeno ego - a personalidade usurpante. O denominador comum será portanto o CRISTO, presente em cada coração, atuando através dos quatro veículos de evolução. Coletivamente, constituirão o Avatar planetário, do qual cada Cristo é uma célula.











A Era do Raio Feminino é intrínseca e fortemente ligada à Era de Aquário, também chamada ERA DA LIBERTAÇÃO ESPIRITUAL; uma era de intenso progresso espiritual e material, beleza, fraternidade e abundância. O amor da Mãe Divina, chamando seus filhos de regresso ao lar, através da inspiração cósmica, deverá processar-se com o poderoso auxílio da Chama Violeta [ um instrumento do Espírito Santo], que purifica, liberta, repolariza e ama livremente as energias retardatárias, que por tanto tempo foram fator kármico, cujos efeitos manifestam-se na humanidade como sofrimento, doença, miséria e dor.

Na prática do dia-a-dia, o Raio feminino estimula no homem [sem perda da sua masculinidade] o florescimento da natureza de amor, compreensão, não agressividade [inofensibilidade], serenidade interior, permitindo-o compartilhar de afazeres que antes não eram levados em consideração. Ao mesmo tempo, ativa na mulher a força, determinação e ímpeto de buscar seu lugar ao sol, jogar fora as amarras que lhe toldavam a criatividade e expansão, e procura equiparar-se ao homem nos variados campos de atividades, até então lhe negados. Lembramos que a proposta é a correção do desequilíbrio, entre o masculino e feminino e não o estabelecimento do matriarcado na presente era.

Este desenvolvimento, através do Raio Feminino permite o equilíbrio das polaridades masculina/feminina existentes inclusive dentro do ser dual de cada um, sem no entanto perturbar a predominância do aspecto que foi designado para manifestar-se na presente encarnação.

Durante a Era do Raio Feminino, os homens irão experimentar e vivenciar o sentimento que a humanidade é uma família de Seres Divinos. Irão sentir plenamente a fraternidade de homens, anjos e seres elementais, e ainda mais, irão vivenciar sua linhagem divina, e, através dela, sentirão a unidade com todos os seres de luz em todo o Cosmos.

O poder [raio masculino] e o amor [raio feminino] serão equilibrados pela sabedoria do Cristo; a Terra soará sua nota planetária de harmonia e finalmente, cumprindo seu Plano Divino [dharma] refulgirá na família planetária, como a sagrada estrela da liberdade.



Mharcya de Sá









Vitória Sempre na Luz de Deus

YASMIN - KATURA



”SÓ EXISTEM DOIS DIAS NO ANO EM QUE NADA PODE SER FEITO: UM SE CHAMA “ONTEM” E O OUTRO SE CHAMA “AMANHÔ. PORTANTO “HOJE” É O DIA CERTO PARA AMAR, PERDOAR, ACREDITAR, SORRIR, FAZER O QUE TEM QUE SER FEITO... HOJE É O DIA DE VIVER.

DALAI LAMA



Postar um comentário