21 março, 2011

A luz que ilumina o teu caminho



A sabedoria mostra que é preciso aprender a decifrar mapas para dar forma a sua estrada. Também ninguém vai garantir que o futuro será coroado em forma de uma loteria premiada, já que é quase certo que isso nunca ocorra. 

Quando falamos em carreiras, profissões, e no valor que isso representa na própria vida, temos que levar em consideração que o mundo depende de gente que consegue transformar capacitação em competência, e por conta disso sempre estaremos pela seleção dos mais adaptados.  

As luzes desses caminhos, não retratam homens, nem mulheres. O que temos é uma evolução pela troca aonde dia após a dia um vai assumindo mais o lado do outro, criando pelo compartilhamento, um melhor entendimento, evolução e extensão de valores, possibilitando assim a reinvenção sobre o que achávamos que já estava consumado. 

Sabemos que a busca que tentamos ontem, continuará hoje, e se repetirá amanhã, depois e depois. Vivemos atrás dos tesouros materiais e espirituais, pela procura de novos efeitos e equilíbrios, que combinem novos arco-íris, mesmo quando não conseguimos tocá-los ou alcançá-los 

Acho que tudo surge, quando nos antecedemos de motivos. Coisas do tipo “porque estou aqui”, às vezes podem ser mais importantes do que as etapas da conquista, pois a convicção é a garantia para que estejamos envolvidos de entusiasmo dentro daquilo que queremos. 

Penso que nunca temos que fazer algo quando não existe a certeza da dimensão do onde pode nos levar e o quanto isso nos transformará. As conseqüências das mudanças são sempre maiores do que imaginamos, e daí enquanto houver duvidas, não avance. Estude e analise as possibilidades, sempre se preparando, para não se precipitar nas ações, ampliando sua previsibilidade para o domínio das situações.  

O segredo da energia e a sua não dissipação tem a ver com o dominar e ser dominado, pois tudo que somos e fazemos deve despertar sensores para que sejam encaminhados ao cérebro, decodificando e sinalizando motivos para avanços ou não. Todo princípio deve conduzir a resultados, mas longe deles, seu inicio estará na percepção dos olhos alheios, na sensação do conforto, no colo e envolvimento, na força das pessoas e no desejo de encontrar alquimia entre elas. 

Você pode ser muito bom em alguma coisa, mas alguma coisa pode não ser muito mais do que o mínimo para estar de pé. Inclua diversidade e quantidade no que faz, pois nem todos que te ouvem e querem são iguais e isso fará muita diferença. 

Sempre deverá existir algo que te faça avançar, que venha a te motivar, que construa dias de 24 horas, que plante teu desejo de continuar, que te inclua no papel principal da tua historia, que te inspire a estar bem e feliz. Valemos a pena, mas às vezes esquecemos, pela ausência de tempo, que devemos criar espaços para brindarmos a nós mesmos. 

Um brinde a você! 

Pelas coisas bonitas, pelas qualidades, e ao que a vida permitir te ensinar. 

Um brinde a você, que pode ser num copo comum, acompanhado por água. 

Mas que será acrescido de energia, de luz em intensidade suficiente para que supere o que ainda considera para ser conquistado. 

Um brinde para te abençoar, para que tudo que faças, mesmo o simples, tenha um grande significado. 

E que a tua vida, se junte a um destino, que não precisa ser o melhor do mundo, mas que seja o escolhido por você, e só porque você vale a pena. 

Um brinde, um sorriso, e a certeza de que a historia, mesmo entre altos e baixos, é a grande causa da nossa presença e existência. 

 Viver é isso, saber que somos fantásticos, já que sofremos pelos erros, pelas tentativas, e mesmo assim não abandonamos a renovação dos sonhos.


Postar um comentário