07 abril, 2011

Aflige-se você quanto ao futuro?




Não é exatamente o futuro que o assusta e impacienta, mas



sim o seu agora triste, que não o deixa imaginar um bom futuro.



Reaja e não permita que o futuro – que ainda



não existe – prejudique o agora – que existe.



Comece o bom futuro agora.



Analise a si mesmo e as circunstâncias, e solte do peito



uma emoção de esperança e de fé no seu progredir.



O futuro é você quem faz.



Quanto mais você pressente ser bom o



futuro, melhor fica o agora.



Lourival Lopes





Postar um comentário