04 abril, 2011

O PROPÓSITO DO SOFRIMENTO - Mensagem de Mashubi Rochell


O mundo de hoje está em crise e passando por uma rápida transição, com mudanças em maior escala no horizonte. Em muitos ensinamentos espirituais que chegaram à Terra nos últimos vinte anos, foi-nos dito que o sofrimento não é necessário, ou é o resultado de sistemas de crenças falhos, amor próprio insuficiente, ou um secreto desejo interior de sofrer.



Apesar de que cada uma destas declarações contenha uma semente de verdade, a realidade mais espiritual do sofrimento humano é uma situação muito mais complexa, que tem a sua raiz nas escolhas fundamentais feitas no início da evolução da humanidade, para separar a consciência da Unidade do Criador divino.



Aos níveis mais elevados da verdade de Deus, tudo é Um e não existe separação. Aos níveis do humano, da realidade física encarnada, a vida parece estar preenchida por experiências de solidão, de separação de Deus, do amor e da verdade. Esta realidade atual que nós vivenciamos, entretanto, está no processo de transformação como falamos.



Um aumento novo e sem precedentes da presença da luz espiritual na Terra esteve gradualmente, e com velocidade crescente, abrindo a consciência espiritual da humanidade. Ao mesmo tempo, esta mesma luz está tendo um efeito de limpeza e de purificação, levando-nos a observarmos tanto interiormente, como ao nosso redor, para vermos onde estamos vivendo em alinhamento com o amor, com a verdade e conosco.



Queridos, o próprio fato de existirem em um corpo físico os expõe à experiência do sofrimento. O corpo é criado com uma programação interna, destinada a mantê-lo vivo através de uma série de necessidades biológicas que devem ser satisfeitas, tais como o ar puro para respirar, água pura para beber, e alimentos saudáveis para comer. Os sinais do corpo criam o sofrimento de cada dia, o que motiva o humano, ao ser encarnado, a satisfazer as suas necessidades.



O sofrimento mental e emocional é também parte da experiência humana, porque a centelha de luz que é a essência da alma de uma pessoa, entrou na forma humana com uma razão específica. A fim de encontrar aquilo que a alma deseja aprender, surge um sentimento interior ou uma experiência de insatisfação ou de sofrimento, o que motiva a pessoa a buscar aquilo que a sua alma deseja.



Há outro aspecto do sofrimento que está relacionado ao processo de limpeza e de purificação que está acontecendo na Terra agora. Imaginem que vocês queimaram a sua mão há anos, mas no momento não tiveram acesso aos cuidados médicos. Seu corpo tentou curar a queimadura, mas ainda tem uma cicatriz que está inflamada e é dolorosa. Agora os tempos mudaram e vocês têm acesso aos cuidados médicos, assim vocês vão até ao médico e pedem ajuda na cura desta velha ferida. O médico tem que lancetar a ferida, abri-la e drenar os tecidos inflamados, a fim de aliviar a dor. Uma vez que isto seja feito, a ferida pode curar perfeitamente.



Este processo de purificação que está acontecendo na Terra agora está abrindo as feridas individuais e coletivas da humanidade. É um processo desafiador, porque a dor do passado ressurge enquanto ela está sendo curada. Vocês podem sentir por algum tempo que há mais sofrimento, imaginando se isto nunca terminará.



A boa notícia é que no mundo de hoje, a presença de mais luz espiritual está criando mais oportunidades para a completa cura dos relacionamentos, de velhos padrões de comportamento, de condições físicas e de dificuldades emocionais anteriormente presos. Se vocês estiverem vivenciando um processo de cura, pode ajudar muito manter uma atitude de confiança e de aceitação em relação ao sofrimento que possa surgir.



Ao invés de se repreenderem por não serem espiritualmente evoluídos o suficiente para transcenderem a dor, ou por outras limitações que vocês possam perceber que têm, liberem os seus pensamentos e julgamentos. Inspirem o sofrimento ao invés de evitá-lo. Ninguém gosta de sofrer, mas se pudermos relaxar em relação ao processo, haverá menos dor, porque estaremos fluindo e não rígidos.



Sejam humildes e sinceros em suas preces, e peçam a cura. Aceitar e inspirar o sofrimento não significa que vocês não tentem encontrar o alívio. Nós somos humanos e ninguém gosta de estar na dor, seja ela emocional, física ou energética. Sejam práticos e façam o que for preciso para se ajudarem, mas mantenham tudo o que vocês estão vivenciando no abraço amoroso de Deus. Enquanto vocês avançam e encontram um caminho de aceitação pelos desafios, assim como as alegrias da vida espiritual, vocês descobrirão um novo nível de paz interior, um fortalecimento de sua fé e a confiança em Deus. Seu sofrimento é conhecido por Deus e ele terminará, pois isto é apenas uma etapa no processo da totalidade na jornada para a Unidade com o amor de Deus.



Mensagem de Mashubi Rochell
Postar um comentário