19 julho, 2011

ALGO GRANDIOSO ESTÁ ACONTECENDO EM GIZÉ, NO EGITO - 18/07/2011




Marcas ainda não decifradas encontradas na Grande Pirâmide.



Apesar de ser difícil eu conciliar meu horário com o horário do programa, quando possível, ouço ao Kevin Smith Show, que é um talk show web alternativo, cujo anfitrião é o próprio Kevin, é claro.

Nele, Kevin sempre trás convidados que falam dos mais variados temas, principalmente no que diz respeito à ovniologia.

Para minha surpresa ontem cruzei com o seguinte artigo publicado pelo Kevin Smith no site http://www.ufodigest.com. Já tendo conhecido o trabalho de Kevin, que me parece ser uma pessoa íntegra, como também já tendo ouvido que algo estranho está acontecendo em Guizé, no Egito, não pude deixar de traduzir e apresentar aqui neste nosso blog o artigo escrito por ele.

Veja o que ele escreve:



Kevin Smith

Tem sido relatado que algumas marcas estranhas foram encontradas dentro do que muitos têm chamado de ‘túnel secreto’.

Como sempre, a mídia convencional está, ou exagerando, ou simplesmente noticiando os fatos de forma errônea. O túnel já não é segredo por muitos anos. O segredo está naquilo que é contido no túnel, e para onde o mesmo vai.

Há contudo um mistério aqui. O mistério envolve algumas estranhas marcas parecidas com hieróglifos, que foram encontradas dentro do túnel. Elas foram desenhadas com tinta vermelha, e encontradas no piso do túnel e nas paredes.

Ainda não acessível aos humanos [devido ao seu pequeno tamanho], o túnel foi explorado por um robô com uma câmera montada nele. Usando este robô, os arqueólogos foram capazes de determinar que o túnel percorre uma certa distância e acaba no que se parece como uma porta. Este é um dos quatro, assim chamados, túneis secretos que originam na ‘Câmara do Rei’ e na ‘Câmara da Rainha’. O propósito destes túneis ainda é desconhecido.

A primeira grande história deste evento é que as marcas nas paredes ainda não são compreendidas. Parece ser um pouco estranho que essas marcas foram encontradas em uma pirâmide a qual os Egiptólogos alegam ter sido construída pelo Faraó Quéops (um egípcio), e que estes pesquisadores sejam capazes de ler os outros hieróglifos daquela época. Todavia, eles não podem decifrar estas marcas no interior da pirâmide que eles dizem ter sido construída por Quéops.

Aparentemente estes são símbolos que não encaixam no sistema de escrita conhecido aos egiptólogos com hieróglifos. Este fato parece levantar a possibilidade de que, apesar destas marcas serem uma linguagem, elas não são egípcias.

Já que a tumba de Osiris foi descoberta dentro de outra tuba subterrânea ‘secreta’, somente alguns metros da Grande Pirâmide, seria possível que esta tenha sido construída pela clã de Osiris, e não de Quéops? Se este for o caso, seria possível que os mitos sobre Osiris e sua família (Ra, Ísis, Tot, Set) de não serem deste planeta sejam verdadeiros? Talvez estas marcas encontradas na parede do túnel sejam a linguagem de Osiris.

O segundo grande mistério deste evento é que ele ocorre logo após a descoberta da tumba de Osiris em 2010, e a descoberta pelos satélites da NASA de uma enorme coleção de pirâmides enterradas no Plateau de Guizé.

Quando a tumba de Osiris foi encontrada, várias medidas estranhas foram tomadas quase que imediatamente. O Dr. Zahi Hawass (Minístro das Antiguidades do Egito) ordenou que uma parede fosse construída ao redor do complexo das pirâmides. Aparentemente esta ação foi tomada para proteger as pirâmides de serem danificadas pelo público. Foi relatado em vários sites da Internet que uma unidade das Forças Armadas dos EUA estava presente, bem como o exército egípcio, para proteger o complexo das pirâmides.

Assim, surgiu a questão das imagens geradas por satélite pela NASA. Por que? Imagens já haviam sido geradas anteriormente. Já contamos com fotos das pirâmides tiradas do espaço. Por que agora? Por que um satélite da NASA?

Quando você alinha as descobertas e os eventos, uma imagem interessante começa a emergir.

Tumba de Osiris encontrada

Sarcófago de Osiris aberto, mas não publicadas as fotos de seu interior

O Dr. Hawass diz que o sarcófago estava vazio

Os militares são chamados para proteger o local

Foi dada uma ordem para construir ao redor do complexo das pirâmides

O satélite da NASA é convocado para uma varredura do local

17 novas pirâmides são localizadas pela varredura do satélite

Marcas parecidas com os hieróglifos, as quais os peritos não conseguem decifrar, são encontradas na pirâmide

Certamente, este cronograma de eventos dá a aparência que algo grande, muito grande, foi descoberto no Plateau de Guizé. Não é somente algo grandioso, mas também algo de importância para os militares. Não é somente importante para os militares, mas também algo muito secreto.

O cronograma de eventos relacionado acima não é teórico e tampouco especulativo. Estes são eventos genuínos. Todavia , a Internet está cheia de especulação sobre o que tenha sido descoberto. Uma teoria é a de que eles encontraram um ‘stargate‘. Talvez não. Críticos da comunidades de OVNIs tendem a ridicularizar todas as especulações. Mas, quando todos os fatos não são apresentados, então toda a especulação é válida. De fato, isso é inevitável.

E a propósito, o nome do robô que tirou a foto acima é Djedi, e a equipe que trabalha com o robô é a equipe Dejdi. Este é o nome de um antigo mágico egípcio no tempo de Quéops. O ‘d’ e o ‘j’ são pronunciados juntos [em inglês], tornando sua pronúncia como a da palavra JEDI. Vocês lembram os cavaleiros JEDI do filme Guerra nas Estrelas, não lembram?

Uma coisa é certa, algo grandioso está acontecendo em Guizá.

- Kevin Smith

n3m3

Postar um comentário