18 dezembro, 2010

A UNIÃO DIVINA: AS ALMAS GÊMEAS

Capítulo XXVII



1.No Paraíso Terrenal

há um casal

uma mulher e um homem

de mãos dadas

olhando para o mesmo horizonte

avançando juntos

em Amor



2.Superada uma etapa de escuridão

individual ou coletiva

maior liberdade se obtém



3.Eu não peço castidade

às almas limpas

só verdadeiro Amor

honestidade e responsabilidade

uma utilização formosa e sã

sábia e natural

da Sagrada Força



4.Cada alma tem um complemento único

que a aguarda nas alturas da consciência

o encontro não é casual

depende da própria elevação



5.Quando se necessita do outro

como de uma muleta

não pode contudo aparecer o complemento

aparecerá uma muleta

que pode ajudar num trecho

porém o complemento

todavia não



6.A alma complementar aparece

quando já não é indispensável para ser feliz

quando já não se necessita de muleta

quando cresceram as asas

aprendeu-se a voar

e se chegou ao auge do encontro



7.O caminho para a Luz

é o caminho para o encontro

porque a Luz Interior

produz o reconhecimento



8.Quando os complementos se unem

ingressam em um vertiginoso rio

de maior crescimento interior



9.Quando a muleta cumpriu sua função

e já não se necessita dela

mas se persiste no seu uso

a evolução estanca

a harmonia se perde

a consciência decresce



10.Maior dor há em uma má união

do que em desfazer o mal atado



11.Quando as almas não se aproximam de Mim

quando não transitam no Caminho para a Luz

e não se libertam de suas grandes sombras

nem têm obras de serviço ao Amor

não estão com suas consciências iluminadas

e não podem encontrar seu complemento



12.Existem casais unidos pelas sombras

por suas impurezas

por atrativos externos

por razões materiais ou sociais

por apoio mediante debilidades fictícias

porém não por Mim unidos

não por Amor



13.Em outros produzo Eu o encontro

para o crescimento de um

ou de ambos

porém apenas para um trecho

não para a perpetuidade



14.Ainda que vãos papéis e ritos os atenham

se já não há Amor

não os mantenho unidos Eu

o Amor



15.O adultério e a separação

a falta de harmonia

a convivência forçada

rotineira e cinzenta

a indiferença da alma

comprovam a falsidade da união



16.O casal por Mim unido

vive em harmonia e dita

gera frutos valiosos

não podem trair-se

nem separar-se

e não por obrigação

nem por temor



17.Toda a união

não fundamentada no verdadeiro Amor

é adultério

porque atraiçoa o verdadeiro Amor

e é fornicação

porque utiliza a Sagrada Força sem Amor



18.Para encontrar teu complemento

busca primeiro tua Luz

e entrega-a aos demais



19.Não percas tua semente em terra alheia

nem manches tua terra com semente imprópria



20.O humano completo não é um

são dois que se fazem um



21.Na Nova Era

cessará o predomínio dele sobre ela

tampouco ela o dominará

caminharão unidos

complementares

porém iguais.



(do Livro DEUS AMOR - Enrique Barrios)





"NÃO É ACASO O AMOR HUMANO UMA CHISPA DO AMOR DIVINO?"

(Goethe)



Paz Inverencial.
Postar um comentário