29 dezembro, 2010

VENTOS CONTRÁRIOS


"Navegando vagarosamente muitos dias e tendo chegado com dificuldade defronte de Cnido, não nos sendo permitido prosseguir, por causa do vento contrário, navegamos sob a proteção de Creta, na altura de Salmona. (Atos, 27.7)"


Há momentos da nossa vida em que os ventos parecem ser contrários. Nada dá certo! Nada funciona! Tentamos, tentamos, mas não vamos a lugar nenhum porque os ventos nos são contrários. 


Esse texto nos dá algumas dicas preciosas para enfrentarmos esses momentos de crise. Devemos reavaliar as nossas prioridades. A crise tem esse efeito didático em nossas vidas; ela nos leva a reavaliar as nossas prioridades. Devemos nos agarrar às promessas iniciais de Deus. O navio estava sendo açoitado de um lado para o outro, todo mundo desesperado, mas havia alguém sereno dentro do barco. Quem era? Paulo. Porque ele tinha uma promessa inicial de Deus, dita pelo anjo que aparecera para ele na noite anterior; ele, apesar de todas as dificuldades, iria chegar a Roma para testemunhar de Cristo perante o César. Os ventos eram impiedosos, o navio estava se partindo, mas Paulo estava sereno porque sabia que Deus jamais deixou de cumprir as Suas promessas. 

Portanto, quando o barco de nossas vidas não estiver indo a lugar nenhum por causa dos ventos contrários, agarremo-nos às promessas de Deus, porquanto são infalíveis. Devemos lembrar que Deus não promete sermos poupados "de" sofrer, mas nos promete sermos poupados "no" sofrer. Um anjo do Senhor aparece para Paulo, consola-o e anima-o. Porém, não o saca da tempestade. Dá ânimo, mas não lhe poupa do sofrer. E aqui está o nosso privilégio em sermos crentes. Deus não nos poupa "de" sofrer. Deus nos poupa "no" sofrer. Não nos dá pernas ágeis para correr, nos dá ombros largos para suportar o peso da cruz. Quando o barquinho das nossas vidas estiver sendo açoitado pelos ventos que nos são contrários, devemos sempre nos lembrar dessas verdades que nos dão a certeza de que nossas vidas estão seguras nas mãos do nosso Deus e que toda crise obedece a um propósito determinado dentro de Seu plano eterno.



Simone Brasil


Fonte: Mensagem recebida por email
Postar um comentário