08 dezembro, 2010

BOLHAS DE LUZ ENFIM SOMOS NÓS...


Bolhas de Luz enfim somos nós
fluindo e pulsando no coração de Gaia
Bolhas de Luz enfim somos nós
centelhas de vida, tecidas de luz
Bolhas de Luz enfim somos nós
espelhos do além no universo oceânico
Bolhas de Luz enfim somos nós
vibrantes de amor e repletas de paz
Bolhas de Luz enfim somos nós

Sopros de Luz, Amor e Paz!

Para os Paq´os sacerdotes andinos nativos, somos cada um de nós uma grande bolha de energia. Diante dessa bela e magnífica cosmovisão veio a inspiração para escrever “Bolhas de Luz”. Proponho aqui a concepção de que somos enfim Bolhas de Luz, de Amor e de Paz. Em seguida proponho um exercício bem simples para vivenciarmos essa realidade.

A Luz é a substância da Vida. Constitui toda a vida existente, anima os seres e os conecta a Fonte Maior e Inesgotável de Luz. A vida é tecida de luz, nos torna vivos, e nos entrelaça a todos os demais seres vivos visíveis e invisíveis, através dos nossos inúmeros e sagrados fios de luz.
Nossa bolha de luz originalmente está repleta de uma bela vibração amorosa, acalentadora e intensa. O Amor Incondicional. Esse sentimento elevado nos nutre e nos une a todos, a tudo e nos realiza enquanto seres de luz.
Nossa bolha de luz busca um estado permanente de convivência pacífica, amorosa e equilibrada em todas as relações que vivencia. A esse equilíbrio dinâmico e constante denominamos Paz. 
Com o propósito de vivenciar a Paz no Hunkapi - Círculo da Paz convido-os a exercitar a nossa condição de Bolhas de Luz, Amor e Paz. Essa vivência utiliza a sagrada arte do sopro, que utilizamos ao criar e tocar uma canção na flauta. A mesma arte ancestral de acender o fogo, curar uma dor ou animar a vida! É muito fácil e traz bastante paz e energia para quem experimenta:
Primeiro se instale num local confortável e procure relaxar o corpo. Se quiser, ouça uma música suave. Sugiro essa canção em flauta nativa. Agora, feche os olhos e visualize a si mesmo, no centro da sua Bolha de Luz. 
Inspire profundamente e deixe a luz da Fonte Maior e Inesgotável de Luz entrar na sua bolha. Deixe os feixes múltiplos de luz entrarem em sua bolha. Torne-se permeável a essa bela luz radiante. Sinta a sua luz interior brilhar intensamente a cada inspiração. 
A cada expiração, sopre suavemente essa luz para dentro da sua bolha de luz alimentando-a de luz e fazendo-a crescer e expandir-se infinitamente. Sinta sua luz irradiar em direção a outras bolhas de luz, que são nossos irmãos e todos os seres, entrelaçando fios de luz de forma amorosa, bela e pacífica. Por fim, sinta sua bolha de luz e todas as demais se entrelaçarem na Bolha de Luz Maior que compõe Gaia, a vida e tudo que existe. Sinta-se dentro desse Imenso Universo, dessa Grande Bolha de Luz Universal. Repita quanta vezes desejar, pois aqui não precisa moderação, nem tem qualquer contra-indicação. Espero que tenham gostado e proponho que comentemos sobre as experiências. Experimente! Sopros de Luz, Amor e Paz!

Fonte: Mitakuye Oyasim – Por todas as nossas relações
WANBLI GLESHKA
Postar um comentário