26 janeiro, 2011

Esqueça o passado




“Você está agora em uma sala pequena, vazia e branca. Há uma cadeira no centro separando duas portas de cada lado. A porta da esquerda representa o passado e a da direita, o futuro. Você está segurando apenas uma chave em mãos, e ela é a chave que abre o seu passado. Quando você abre a porta, percebe que não há nada lá do outro lado que não seja um vale branco representando um vazio infinito. Você sente que se der um passo à frente, este buraco sem fim vai lhe puxar para o vazio. Ao decidir fechar a porta, por não haver absolutamente nada lá, você se senta na cadeira do centro e compreende que o seu futuro depende das suas escolhas agora! Neste momento uma chave começa a se mostrar em suas mãos e, a cada nova compreensão, a chave do futuro se mostra mais concreta e brilhante. Agora você sente que é um ser novo, sem lembranças do que passou. Você está apto a começar do zero e se reconstruir a partir de agora como um novo ser humano sem passado. Você reconhece o poder criador de suas escolhas agora e começa a desenhar criativamente uma nova vida”.
O passado não existe, é uma projeção da sua mente! A mente cria o passado para se localizar, agindo apenas como um GPS em seu sistema de orientação. Cada momento que passou serviu para lhe proporcionar um grau de perfeição de experiência, consciência e escolhas para melhor encontrar a felicidade. Os conflitos começam porque o seu pequeno eu interior está sem orientação e vivendo das perdas do passado. Mostre ao seu guia interior que não há nada na sua porta do passado e que as particularidades de suas preferências estão no centro do seu poder agora.
Esqueça tudo o que você sabe sobre o vale dos suicidas, sobre você estar vivo para pagar uma grande dívida, sobre culpas e demônios. Esqueça tudo aquilo que cria amarras em seu ser. 
Você é um ser livre e por amor e paixão resolveu escolher estar aqui neste planeta. Existe apenas a lei máxima de ação e reação, porém, ela é uma força coerente com o momento agora! Não há nada que possa lhe tirar o direito de ser feliz. 
Está tudo certo!
http://wwwcoracaonasestrelas.blogspot.com/2010
/03/dor-e-resultado-de-que-deixamos-de.html
Postar um comentário