27 janeiro, 2011

Manual de Instruções - crie o seu




Jogue fora o manual de instruções dos outros! Crie o seu!!



Desprenda-se, Faça seu próprio caminho



Hoje quero compartilhar com vocês uma reflexão que fiz sobre como nós nos permitimos limitar as nossas vidas em função do que vem de fora do que está fora de nós

Todos sabemos que nossas atitudes têm como base algo em que acreditamos. Isso é fato! Mas por que acreditamos em determinadas coisas e não acreditamos em outras?



É simples: aquilo em que acreditamos está fundamentado naquilo que pensamos e sentimos, ou seja, nos nossos pensamentos e emoções.



A pergunta que faço é: Como esses pensamentos e emoções se formaram em nós?

Desde que nascemos, ouvimos e observamos pessoas e situações o tempo todo: nossos pais, parentes, amigos, professores E essas pessoas, através das suas verdades, sempre nos disseram o que é certo e errado, baseadas em suas próprias experiências de vida.



O problema é que, na maioria das vezes, não usamos filtros para absorver tais sentimentos e emoções e acabamos incorporando essas verdades como nossas Porém, isto não significa que muitos exemplos não possam ser positivos para a condução de nossas vidas O que nos falta é filtrar Jogar fora aquilo que não combina com a nossa essência de luz e ficar com aquilo que realmente tem a ver conosco!

Como não estamos acostumados a filtrar, acreditamos que todos os nossos pensamentos e emoções são absolutamente nossos, que vieram de dentro de nós Isto não é real, acreditem! Vivemos, geralmente, utilizando o manual de instrução de outras pessoas!



E é simples identificar o que não nos pertence. Basta sentir se a sua atitude está te deixando sereno, equilibrado e em paz. Se não estiver, pode ter certeza que você se baseou em conceitos alheios para tomar a sua atitude.

Então você pergunta: Mas como podemos mudar isso? A resposta é bem simples: colocando uma nova idéia/pensamento no lugar da antiga, substituindo-a. É preciso que você olhe para dentro de você e identifique o que não é seu.



Veja alguns exemplos, que podem ajudar a começar nesse caminho:

- Quem disse que homem não pode chorar?

- Quem disse que as mulheres só agem através das emoções?

- Quem disse que o bonito é ser magro?

- Quem disse que você não pode ganhar dinheiro com alegria e serenidade?



O importante é você se conscientizar daquilo que não é seu, compreender a ação disso na sua vida, dissociar o manual alheio das suas atitudes e e escrever o seu próprio manual de instruções e ação, escutando, acima de tudo, o seu eu interior



Pensem nisso!



Claudia Michepud Rizzo








 







Postar um comentário