31 janeiro, 2011

TRABALHA EM SILÊNCIO




Conhecerás o sofrimento alheio, pelo sofrimento que te alcança.

Embora a dor seja presença de sofrimento para todos, importa reconhecer que, para cada um de nós varia de acordo com o merecimento perante a Lei.

Recorda a necessidade de andar para alcançar o alvo, mas não te esqueças, o caminho nos pede prudência e perseverança.

Observa os irmãos que te acompanham. Cheios de problemas e incertezas, escondem-se em sorrisos para não chorar. Reveste-te de caridade e de amor, e tanto quanto te seja possível, estende-lhes em silêncio, vibrações de coragem e de fé que os possam ajudar.

Embora se te apresentem defeitos que venham a estremecer-te o coração, mesmo assim, estende-lhes os braços de compreensão desculpando-lhes a conduta. Amanhã, com a benção do tempo, a vida lhes modificará o entendimento para o melhor enobrecendo-se em novas tarefas.

Ajudemos os que tombaram. Eles se levantarão! Não importa que nos rejeitem o socorro externo, porque o serviço do amor nas linhas ocultas do coração, lhes chegará sem que nos percebam a presença.

Amanhã, com a graça de Deus, os veremos vitoriosos, gratos e reconhecidos pelo Criador, nossas almas se regozijarão pela vitória alcançada.

Não há na estrada da vida, alguém que pereça para sempre, como não há ninguém que não se renove para o melhor.

Sejamos usinas de espiritualidade e de amor, no serviço oculto da oração, beneficiando a todos, na certeza de que o Senhor a todos nos abençoará.


10/02/1982 Bezerra de Menezes no Paz, Amor e Caridade

www.pazamorecaridade.com

Postar um comentário