29 janeiro, 2011

ELSIM DE STELTA - Parte 2 - Transição Planetária

Nenhum ato humano é livre de conseqüências. Nenhum pensamento de baixa vibração é neutro de reações, e nenhuma palavra proferida, atravessa o espaço, sem atingir seu alvo. Por tanto, reconheçamos que colhemosaquilo que plantamos e, que colheremos ainda os mais amargos frutos, dos preconceitos, medos, apegos e intolerâncias exageradas. “A felicidade não é deste mundo” e tampouco dessa hora de transição. Porém, quem ouvir e compreender, saberá que pode agora semear sua felicidade futura. Mas para isso, é necessário começar. Começar despojando-se do apego à matéria, e às sensações por ela promovidas, substituindo-as pelo desejo ao poder supremo, de dominar nossos instintos ainda primários.

Despojando-nos da luxuria, substiuindo-lá, pelo desejo do amor sublime. Devemos despojar-nos do preconceito. Acolhamos em nossas mentes, a idéia de que a vida manifesta-se de muitas maneiras e em muitos lugares, principalmente além dos limites de nossa parca compreensão humana.

Somos filhos de Deus, mas não somos filhos únicos. Abandonemos o orgulho impetuoso, de nos considerar raça única e exclusiva, e do egoísmo de pensar que somos herdeiros da Terra. Reconheçamos que somos apenas mais um povo, a lutar contra nossa própria insensatez, e aceitemos a presença dos intraterrenos, que também habitam aTerra. Eles estão conosco, gostemos ou não, pois essa é a vontade do Pai Criador. Eles sempre estiveram e estão conosco em paz, querem transmitir-nos a paz e ajudar-nos a preparar para o enfrentamento que virá, e assim o farão.


Quanto mais nos juntemos a eles, maiores as possibilidades de uma Terra feliz. Devemos estar dispostos a conhecer essa nova realidade. Eles nos aguardam como irmãos, e esperam nossa visita, o mais breve possível. Cada ser tocado, por essa mensagem, ligar-se-á às equipes de trabalho dessas cidades, que incluem as atividades de preparação, treinamento e visita as cidades intras de:

Stelta, cidade intraterrena situada em Domingo Martins, ES
Okay, “ “ “ na Chapada Diamantina, BA
Letha “ “ “ na Serra do Roncador, MT

O momento é de loucura e insanidade, materialismo e descrença, mas o dever de cada um de nós, nosso trabalho é lançar àqueles desejosos de ver e ouvir, a semente da esperança da Nova Era, que brotará das emtranhas da Terra. Os intra terrenos surgem para concretizar, a Bondade do Pai, que jamais abandona os filhos.

Na transição muitos enlouquecerão. Outros se matarão, por não suportar, a realidade íntima do fracasso. Uns poucos, que a pesar do medo, reconhecerem a Força do Pai e, a chama da Fé reluzir em seu íntimo, serão de alguma forma, conduzidos ao socorro. Os intras esperam, que os humanos da superfície possam inteirar-se da vida intensa no interior da Terra e da possibilidade de se fazerem, merecedores, pelos próprios atos, de conviverem nesse mundo.

Por tanto, nós os da superfície devemos acordar, pois o tempo urge. Fiquemos atentos para os sinais na nossa superfície. Mais e mais encurtase o tempo, em que haverá a grande transformação. Devemos nos preparar ao máximo possível, nos instruindo e aos nossos, para estar firmes e confiantes, na hora suprema da dor planetária. Busquemos a Jesús. Apliquemos Suas amorosas palavras e assim, garantiremos nosso equilíbrio dentro do caos. Aqueles que decaem, e não cumpriram as determinações programadas, serão selecionados, de acordo com suas ações e merecimentos, como todos os outros seres, e serão encaminhados, para os mundos afins, que se fizeram merecedores.


A evolução é um processo dinâmico, e aquele que cai, demora-se nas rodas corretivas, até que novamente consiga, firmar-se na espiral evolutiva. Hoje, como na época da Atlântida, os irmãos das estrelas e os irmãos do interior da Terra, unem-se aos da superfície, para promoverem o salto evolutivo programado. Agora, definitivo e inadiável.

O Pai oferta, mais uma vez ajuda aos humanos, porém, essa é oportunidade de escolha. Aquele que se decidir, contrário à Luz, seguirá seu curso evolutivo em outro orbe, de acordo com suas vibrações; todavia, aquele que optar pela luz, terá novas chances de progresso na Terra. Essa é a última chance de escolha, oferecida pelo Pai.


VERTICALIZAÇÃO DO EIXO DA TERRA

O que vai acontecer, com as cidades intras, quando da verticalização da Terra? Estas vão se fechar, e fora das cidades será ativado um escudo protetor, impedindo que os abalos sísmicos, ou qualquer outra energia inferior, atinja as cidades e seus habitantes. De dentro de essas cidades, o caos planetário será monitorado, pelas mentes dos Superiores, que suportarão olhar serenamente, sem desequilíbrio, os planos atingidos pelas catástrofes.

As cidades intras subaquáticas e intra oceânicas evoluídas, sairão da Terra para locais já determinados. Das cidades intras –Centro Motriz da Energia Superior- partirá uma potente energia, que envolverá toda a Terra, equilibrando suas moléculas, evitando a destruição, explosão e fragmentação de todo o planeta. Tudo issso acontecerá, num tempo mais ou menos longo. Independente, da vontade ou credibilidade dos homens, as catástrofes ocorrerão, e todo aquele, que não se preparou e ridicularizou estas previsões, não retornará para ver a Terra renovada, pois estarão, a recomeçar suas vidas, em outras moradas, de forma igual ou inferior, à que deixou em nosso planeta. Por tanto, procuremos renovar-nos agora, na Fé e no trabalho com Jesus, para garantir uma vaga, no transporte que nos levará à Nova Era de Paz e Progresso.


OPERAÇÃO RESGATE

É importante saber, que os núcleos intra-terrenos menos evoluídos, terão maior relevância no resgate planetário, pois seus habitantes, se adaptam mais facilmente à convivência na superfície e à forma humana. Muitos desses irmãos já circulam livremente, com naturalidade, entres os humanos, de forma disfarçada, sendo a sua energia, mais compatível para o primeiro contato. As cidades, mais próximas da superfície, receberão o maior número de pessoas resgatadas. Um número menor, será encaminhado, para outras cidades de evolução mais sutil. Um número reduzido, pois serão aqueles, que mantiveram a vibração elevada na Fé e Confiança no Pai. Eles aguardaram os acontecimentos, de forma ativa, trabalhando pelo benefício, daqueles que se recusaram a ouvir e ver.

Será o nível vibratório de cada um, de acordo com suas realizações, obras e merecimentos o que fará que sejam selecionados para cada tipo diferente de resgate e também, o local para onde serão conduzidos. E não serão as religiões, que determinarão o direcionamento do resgate, e sim as ações no bem, e as escolhas feitas ao longo da trajetória da vida de cada um.


OS QUE SERÃO RESGATADOS

Ao tomarem conhecimento, da vida evoluída, no interior da Terra, da transição planetária, e do resgate pelos intras e extras, muitos se perguntarão o que fazer, para onde ir, a quem procurar?
Nesse sentido, todos deverão ter em mente, que apenas as ações, pensamentos e trabalho anônimo em benefício do próximo, darão a sêmenteira das mudanças.

A prática do evangelho de Jesus, isso sim nos garantirá um resgate de alguma forma. Ninguém está qualificado, para selecionar alguém, para o resgate, nem mesmo sendo um ente muito querido, se este não alcançar a cota vibratoria necessária, que deve ser adquirida através do trabalho árduo de renovação íntima. Sem esses atributos, não poderá ser socorridos, e levados a níveis menos densos.

Os que não alcançarem a devida condição de resgate, serão degradados da Terra inexoravelmente. Por tanto, cabe a cada um de nos, a tarefa individual e intransferível, que o graduará para o resgate. Cada um fará a sua auto-seleção, de acordo à vibração alcançada, através de atos realizados na vida material. Quanto àqueles que se dizem os salvadores, este também já fizeram as suas escolhas, e colherão os frutos amargos da semeadura realizada.

Com estes esclarecimentos, não poderemos despertar todas as consciências. Porém, despertarão aqueles que estiverem com o campo preparado, recebendo as sementes, e estas germinarão com intensidade em seus corações. Muitos ouvirão e verão, mas poucos entenderão e outros continuarão adormecidos. Cada um responderá por suas ações. A Lei é implacável e justa. Toda a população do planeta, passível de ser resgatada, para seu interior, receberão de alguma forma, o conhecimento acerca dos intra-terrestres.


Até os analfabetos serão encaminhados por seus Guias, durante o sono, a colônias espirituais próximas à Terra, que estão preparadas para o devido esclarecimento. Não somente os Extras e Intras estão engajados no propósito do despertar da humanidade, mas, também, um grande número de Espíritos Superiores trabalha nessa fase de despertamento das almas. Aliás, muitos destes irmãos são responsáveis por grande número de revelações no plano físico.

Então, preparemos-nos internamente, ligemos-nos a Jesus e a Suas Hostes, trabalhemos em benefício do próximo e esperemos pois, mãos amigas nos guiarão até o local de socorro, ao qual fizemos jus. O mundo subterrâneo, guarda muitas surpresas agradáveis, para nos oferecer aos humanos da superfície. Os intra-terrenos minimizarão ao máximo, os impactos emocionais daqueles que chegarão a esse lugar. Muitos deverão permanecer adormecidos, por um período de acomodação interna, para depois, passar para a etapa de visitação e aprendizagem.

Os irmãos intra-terrenos são amorosos, e conhecem os instintos dos humanos, mas em tudo o que fazem procuram a perfeição. Por isso, os humanos devemos deixar na superfície, as frivolidades, as sofistificações e os vícios. Por tudo isso, nós os humanos devemos buscar apenas entregarmos à Luz do Alto, à Misericórdia e a Bondade de PAI, e tudo o mais, virá por
acréscimo.

Na realidade, os resgates já acontecem, pois a todo momento, há uma catástrofe, com mortes coletivas em nosso planeta; e nos dois planos de vida, físico e astral, estão sendo resgatados humanos da superfície. Nós humanos, nada temamos. Trabalhemos nosso íntimo, iluminando-o no Amor Crístico, das realizações no Bem, e entreguemos-nos incondicionalmente ao Pai.


EXISTENTES EM TODO O PLANETA

As cidades intras existem por todo o planeta, e muitas terão função importante na operação resgate. Há, desde as mais evoluídas, geradoras de energia-luz para todo nosso orbe, até as mais primitivas, muito próximas da superfície terrestre. As cidades intras do Brasil receberão o maior número de resgatados, porque o Brasil é o celeiro do mundo, onde pulsa o coração do planeta Terra. Desde eras findas, estas cidades emanam das entranhas da Terra, energias de equilíbrio e sustentação. Mas agora, é o momento de retirar o véu da ignorância das consciências, já despertas para a Luz. É hora de conhecer e acreditar, na vida abundante, que existe no interior da Terra.

Os índios já os conhecem e os animais não se assustam com eles. Somente os homens inteligentes, não acreditam e os temem, quando suspeitam da possibilidade de sua existência. As cidades intras, que nos receberão, em resgate provisório, em corpo físico ou astral, são tão reais e palpáveis, como a rocha mais dura que conhecemos. Lá, encontraremos o equilíbrio necessário, para nos recompor intimamente. Também, encontraremos ânimo, para o recomeço; amor e fraternidade, que nos impulsionarão ao progresso; e conhecimentos novos para nos facilitar o reinicio na Nova Terra.

Busquemos, ainda, agora, condicionar nossas mentes, para um futuro diferente, surpreendente. Trabalhemos com amor e distribuíamos-o em abundância e assim, não haverá surpresas, ao despositarmos na nova realidade, a que façamos jus com nossas ações. As cidades intras evoluídas, trabalham com o mental superior, de mentes que já possuem alto grau de pureza, sendo capazes de executar a materialização e desmaterialização das substâncias. Isso significa, que eles podem desintegrar e reintegrar qualquer objeto. Estas mentes projetam, plasmam e materializam, tudo o que será utilizado pelos humanos resgatados.

As substâncias utilizadas para a manufatura de todos os equipamentos e matérias necessários, foram retiradas da Terra, de nosso próprio planeta, que é o elo que liga todos nós, os da superfície e os de dentro dela. Os intras nesse sentido, não inventam, nem criam, apenas transformam. Os Grupos de Socorro e Resgate Intras, percorrem permanentemente a superfície, trazendo para o interior da Terra, muitos dos que atualmente sucumbem em mortes coletivas, e outros, que não deverão sucumbir de forma drástica e violenta.

Assim, alguns de nossos irmãos da superfície já se encontram vivendo com os intras. A maioria encontra-se adormecida e alguns poucos em fase de despertamento, quando tomarão consciência plena de seu novo estado. Porém, esse trabalho ainda não reflete, o futuro drástico da transição planetária.


AS TRANSFORMAÇÕES DOS HUMANOS

As transformações maiores, percebidas nos corpos dos humanos nas cidades intras, serão mais evidenciadas pela ausência de doenças, já que estas existem para nós, devido ao alto grau de contaminação dos alimentos e do ar que respiramos. Contudo, a transformação do corpo físico, para matéria sutil, não será percebida pelos humanos comuns. Somente, após a transição planetaria, poderemos nós os humanos, aperceber-mos, das mudanças sutis de nossos corpos. Um só continente sem fronteiras, assim será a nossa nova morada. Nós, os seres da superfície, devemos comprender, que precisamos amar uns aos outros, e amar também, a todos os seres criados por Deus, porque sem esse amor, muitos de nós, não poderemos sobreviver e enfrentar as dores que virão. Vai ser por falta de amor, que nossa humanidade acabará.


CONSTRUÇÃO DAS CIDADES INTRAS

As diferentes raças envolvidas na construção e constituição das cidades intraterrenas, são formadas por seres, em diferentes fases de adiantado estágio evolutivo. As cidades de Letha, Odim, Luz e Amor são as que se encontram em maior grau de evolução. Cada cidade, do interior do Planeta, é como um bloco conciso de escaderias. Cada degrau representa um setor da cidade com seres adequados àquele nível vibratório.

Uma vez alcançado o degrau superior, os corpos modificam-se, assim como suas necessidades passam a ser diferentes, e assim também, o ambiente onde vivem. Quanto mais alto o degrau, mais evoluído o grupo de habitantes e menos complexas as estruturas, que constituem seus corpos e alas da cidade em que habitam. Após o presente esclarecimento, estaremos sempre nos referindo a seres em degraus iniciais da grande escadaria. Essas condições do ambiente, dos corpos e tarefas envolvendo os habitantes dos degraus térreos das cidades intras, relacionam-se com a qualidade da vibração requerida por esses seres, para realizarem o trabalho que escolheram, como fonte de progresso, ou seja O Resgate Planetário. De lá, até os dias atuais, eles vem trabalhando incessantemente e, com isso progredindo, pois trabalho e progresso caminham lado a lado.




A CONSTITUIÇÃO DOS CORPOS INTRAS (OS ELONS)


A esta altura, cabe nos perguntar, quanto à natureza dos corpos em que habitam os seres intraterrenos. Pois bem, não é a matéria densa conhecida por todos nós, que entra na composição física dos seres intraterrenos, porém, como nós eles também, possuem sete corpos. E, a natureza física de que são constituídos é de elementos presentes em nossa natureza terrestre. A matéria prima de que necessitam, é captada pela ação de sua mente, que captura e plasma o seu corpo, com os elementos naturais.

Como no seu processo reprodutivo, não há contato físico, todo o processo é plasmado pela força da mente, impulsionado pelos sentimentos nascidos do coração, que por sua vez, comanda e direciona as forças vitais. Mobilizando, repetimos, a vontade firme na realização daquilo que é desejado. Os elementos constituintes da matéria componente de seus corpos, são desconhecidos por nossa ciência, pois trata-se de partículas ainda menores, das que formam os átomos, e que são abundantes, especialmente, na forma de gases dispersos pela atmosfera terrestre.

Estes elementos são os “élons”, que são substâncias infinitas vezes menores do que aquelas diminutas e conhecidas partículas do átomo. São os tijolos utilizados pela Criação, na formação da matéria corporal dos intraterrenos, e de suas cidades. E também, tudo o que constitui a matérian plasmada pela mente dos intras. Assim, eles são tão filhos da Terra, quanto qualquer um de nós, da superfície. Na cidades intras, não há forças retrógradas ou involutivas. E, devido ao forte traço de evolução, não existe, há muito tempo, a primitiva relação de crimes, que assola a superfície da Terra.


ACEITAÇÃO E ENTENDIMENTO

Repetimos, se aproxima a hora do basta. Devemos transportar em nossas mentes, os eflúvios benditos e salutares, que ajudarão a recompor a Fé e a esperança, daqueles que cruzam nosso caminho. Procuremos e se nos abrirá a porta do entendimento. Depois a abriremos aos que vêm atrás, para que também possam compreender. Mais de que a simples compreensão, é necessário que nós, os humanos da superfície, recebamos em nossos corações a realidade da vida intra-terrena. Estas revelações nos devem servir, como uma introdução ao assunto a irradiar-se em nossas mentes, abrindo a porta do entendimento e, irradiar-se em nossos corações, abrindo-nos a porta da aceitação. Juntos, aceitação e entendimento, nos proporcionará aos humanos a oportunidade de conhecermos e abrigar-mos nas cidades que temos descrito.


Montagem Anthonio Magalhães
http://minhamestria.blogspot.com


Postar um comentário