14 janeiro, 2011

Teu Livro

A existência na terra

é um livro que estás escrevendo.

Cada dia é uma página.

Cada hora é uma afirmação de tua personalidade,

através das pessoas e

das situações que te buscam.





Não menosprezes o ensejo

de criar uma epopéia de amor

em torno de teu nome.

As boas obras são frases de luz

que endereças à humanidade inteira.





Em cada resposta aos outros,

em cada gesto para com os semelhantes,

em cada manifestação dos teus pontos de vista

e em cada demonstração de tua alma,

grafas com tinta perene, a história de tua passagem.





Nas impressões que produzes,

ergue-se o livro dos teus testemunhos.

A morte é a grande colecionadora que recolherá

as folhas esparsas de tua biografia,

gravada por ti mesmo, nas vidas que te rodeiam.

Não desprezes, assim, a companhia da indulgência,

através da senda que o Senhor te deu a trilhar.





Faze uma área de amor ao redor do próprio coração,

porque só o amor é suficientemente forte e sábio

para orientar-te a escritura individual,

convertendo-a em compêndio de auxílio e esperança

para quantos te seguem os passos.





Vive, pois, com Amor, na intimidade do coração,

não te afastes dele em tuas ações de cada dia

e o livro de tua vida converter-se-á num poema

de felicidade e num tesouro de bênçãos.





Emmanuel

psicografado por Franscisco C.Xavier
Postar um comentário