05 janeiro, 2011

O DESPERTAR DA HUMANIDADE E A NOVA ESPIRITUALIDADE


Há muitas coisas que vão acontecer durante este despertar. Algumas delas estão a ocorrer neste preciso momento. Todas contribuirão para a criação da massa crítica em redor da ideia de que tem de haver outra maneira…

E há. Chamar-se-á Nova Espiritualidade e estender-se-á a todas as áreas da Vida, não só à religião, porque não há nenhuma área da vossa Vida que não seja uma demonstração daquilo em que crêem profundamente sobre a Vida em si.

A política, a economia, a educação, os relacionamentos, a vossa Vida é a vossa espiritualidade demonstrada…

“É a cultura da qual emergem que faz com que destruam a cultura donde emergem – e não conseguem ver isso, e muito menos admiti-lo… à medida que cada um de vós seguir o Deus da Espiritualidade, um número cada vez maior de vós considerará de inaceitável o que vêem à vossa volta.

Cada pessoa fará aquilo fará aquilo que for chamada a fazer, mas poucas pessoas nada farão, pois tornar-se-á cada vez mais evidente nos tempos que se seguem que chegou a altura das pessoas vulgares deitarem mãos à obra e deixarem de confiar noutros – muito menos de autorizar outros – para criarem o amanhã colectivo da humanidade.

A humanidade em breve se aperceberá de que foi traída. Foi traída pelos próprios indivíduos, organizações e agentes a quem foi confiada a salvaguarda do seu bem-estar.

A humanidade despertará em breve do seu sono prolongado para verificar que começou um novo dia e decidir se será o dia mais negro da história ou a alvorada do seu amanhã mais promissor… aqueles cuja Alma ainda se faz ouvir, declararão a sua participação na equipa da humanidade e movimentar-se-ão com retumbante poder e à velocidade de um relâmpago para reclamar o futuro… neste dia seguirão o Deus da Nova Espiritualidade porque Ele inspirará tudo isto… a mudança sem violência num Movimento Pelos Direitos Civis da Alma.

Rui Pais

Do livro: “O DEUS DE AMANHÔ de Neale Donald Walsch




Postar um comentário